15 de abril de 2019

antes de te pores com m**das

imagem retirada da net sujeita a direitos de autor


Reconhece, recorda, e repara bem:


És um milionário abençoado a meio da miséria,

Um@ homem (mulher) com a força da fé num mundo de debates, questiúnculas e dúvidas,


Um visionário no meio dos que preferem não ver,

Um@ corajos@ no meio de cobardes,

Rodeado de amigos que te suportam e de tantas pessoas a que queres bem,

Estás de bem com a vida enquanto os outros se vitimizam, acusam, e invejam,

Tens um mundo de oportunidades e possibilidades à tua frente e à tua volta, enquanto os outros se focam nos impedimentos e dificuldades,

Sabes que a vida é crescimento (interior) e de eliminação de tudo quanto te impede de amar, cumprires-te, ser livre e viver com alegria - e não interessa ganhar, porque do mundo não há nada a ganhar; interessa é ter estilo e orgulho em quem és, sempre que deitas a cabeça na almofada - não te prostituis, não te apequenas e não te sujeitas a quem não respeitas ou admiras, e com esses aprendes e aspiras, não conformas nem obedeces,

És um homem (mulher) que se fez a si próprio com as suas próprias escolhas e capacidade de pagar o preço das tuas próprias verdades, mesmo quando se revelaram apenas... aprendizagens e experiências,

Cuidas com Amor de ti própri@ e de quem te rodeia,

És o teu própri@ pai e mãe e dispensas os outros de cumprirem por ti funções que te cabem, e que em rigor só te servem quando és tu própri@ a cumpri-las,

Usas cada minuto com responsabilidade e noção do que estás a fazer, porque aceitas a vida como uma dádiva sagrada que só podes honrar quando tu própri@ a sacralizas,

Conheces as tuas batalhas, as tuas sombras, e reconheces a tua luz,

Não desanimas nem desesperas perante a dificuldade, porque sabes que o não te mata faz-te mais humilde, e que essa é a tua maior força,

Não tens nada a provar a ninguém,

E competes apenas contigo própri@, e com a tua versão anterior,

Fazes o teu melhor,

Tornas-te a cada momento o melhor do que podes vir a ser, ao abraçar a vida como se te apresenta, e a ti própri@ como és, momento a momento,

Não tiranizas ninguém com a tua necessidade de consolo, porque aprendeste que não tens esse direito nem és assim tão débil que precises de o fazer, e no entanto, sabes pedir ajuda quando percebes que ninguém se basta a si próprio e é isto que faz de nós humanos: a inter-dependência e a entreajuda, a solidariedade, e a cooperação,

Educas-te a ti própri@ e no silêncio, sabendo que é a ti que cabe suportar as dores inevitáveis da existência, sem te escusares a ajudar os outros, no que te cabe, a suportarem as suas próprias,

Sabes que luz é o único verdadeiro poder, e luz é a abertura do coração, e poder, o poder de um coração vulnerável, delicado, e aberto,

Tiveste a coragem de encarnar para vir aprender as lições que te faltam, e escolheste todas as tuas circunstâncias iniciais para jogares o jogo a que te propuseste,

Não te iludes com a aparência das coisas, porque pensas simbolicamente e vês a vida com os olhos sábios e pacificadores da intuição, nem dás poder às circunstâncias transitórias fazendo delas realidades escritas em pedra,

És senhor@ do teu destino,

Então alegra-te!

Sabes que isto é verdade para cada um de nós, mesmo para aqueles que não o sabem,

Então aproveita a Vida para (a) celebrar, porque não vai durar para sempre, e muito menos este momento.

É uma boa fase. É um bom momento.

Aproveita, porque estes instantes de optimismo e capacidade de focar no positivo não duram para sempre, nem se dão muitas vezes.

Tudo é efémero.

Faz deste momento um momento especial,

E reconhece que cada um faz o mesmo, em função da sua capacidade relativa de reconhecer as bênçãos que tem na sua vida.

És o maior (do teu universo). Somos todos (universos).

Então aproveita.

Não vai durar para sempre.

... a seguir, já se sabe, fica mais pesado. Inevitável e invariavelmente. E para que possas levar a vida adiante com a coragem e o optimismo e a confiança que sentes em ti própri@ quando te reconheces,

Especialmente quando é mais difícil,

É que servem estes momentos.

Reconhece e recorda.

Count your blessings.

E deixa-te de mer*as


imagem retirada da net sujeita a direitos de autor

1 comentário:

Carla Pereira disse...

Obrigada pelo teu incentivo, pela tua motivação, pela beleza e poesia das tuas palavras que ilustram, com clareza, o que cada um de nós é, e o que tem de fazer na vida. Obrigada por partilhares o ser de luz que és e levo-te (ao texto, claro), para ler em voz alta e partilhar com outros, se o permitires, claro! Um abraço, autêntico e apertadinho.