29 de novembro de 2017

abordagens - fragmentos



... a abordagem Virgem às tarefas do dia-a-dia:

« ora bem, se um gato cag...hmmm... defeca 3 vezes ao dia em média, cerca de 80 gramas de fezes de cada vez, e pelo menos uma das vezes é maior - umas 140 gramas, vá - e urina cerca de 5 vezes por dia, 130 éme-éles de cada vez (em média), e se eu tenho 4 gatos, isso dá:


(2x80+140)x4 + (130x5x4)= 1,200 kgs de fezes + 2,6 litros de urina por dia
ora um saco preto do pingo doce, dos pequenos, tem 25 litros de capacidade e traz 20 sacos. Custa 1,89€ o que dá 9 cêntimos por saco. Cada saco dá para... ora deixa converter litros em quilos para ver quanto gasto por mês em sacos para meter a merd... hmmmm.... o cocó dos gatos...»

* * * * *

a abordagem Peixes aos problemas do dia-a-dia:

« o que é que interessa a quantidade de merda, se vou ter que a apanhar na mesma?! toca-me sempre a mim... vou só fumar um cigarro e depois apanho... é verdade, onde é que está o gato que já não o vejo há três dias... se calhar tá no armário, deve ser aquele barulho que eu ando a ouvir, afinal não é alucinação - oh meu deus, esqueci-me outra vez de comprar os sacos do lixo..."

* * * * *

a abordagem Carneiro-Capricórnio aos problemas do dia-a-dia:

« vê lá se apanhas aquela merda que ficaste d'apanhar e já cheira mal. Queres o quê, que faça eu tudo? Eu tenho muitas responsabilidades em cima, e ainda tenho que apanhar a merda dos teus gatos? vê lá mas é se fazes alguma coisa de útil com a tua vida, que eu não tenho tempo para estas coisas...»

* * * * *

a abordagem Gémeos aos problemas do dia-a-dia:

« sabias que lá em casa há quatro gatos? cada um tem um nome diferente, caminha pelas próprias patas, têm bigodes, e às vezes miam. E a minha casa, já te falei dela? É uma casa que tem sala e paredes e quartos e casa-de-banho e dispensa, e é assim, dividida em divisões, e é numa zona muito boa que agora está a ser renovada. Já te tinha dito que agora estão a renovar a zona onde moro? Antigamente havia lá um prédio que ainda está, mas agora está a ser todo reconstruído, tem um andaime à frente e tudo, na fachada, não é como se diz? E o andaime é daqueles desmontáveis, no outro dia chegaram lá os homens das obras numa carrinha, numa daquelas com caixa aberta, sabes, e puseram-se a descarregar no passeio e o meu vizinho até estava a chegar a casa e....»

* * * * *

a abordagem Leão aos problemas do dia-a-dia:

« o meu gato é o máximo. Aliás, é o gato mais inteligente que eu já vi. A não ser o meu outro gato, que também é muito inteligente. Esses dois gatos são o máximo. São tão inteligentes, os meus gatos... quase tão inteligentes quanto os meus outros dois gatos, esses é que são mesmo inteligentes e especiais. Foram os primeiros a vir para o pé de mim, apanhei-os num gatil e adoptei-os logo mal olharam para mim, os gatos olharam para mim e eu vi logo que me tinham escolhido, de modo que os adoptei logo, porque alguém tem que fazer alguma coisa pelos animais, e isto está cheio de gente egoísta que só pensa em si, não pensam em mais ninguém, só pensam em si próprios, então eu adoptei-os e levei-os a um veterinário especial que só eu conheço, e ele disse-me logo, ai, estes gatos são muito especiais, vê-se logo, e eu pensei - pois, eu pensei o mesmo quando os vi, dótor, eu pensei logo o mesmo »

...
Enviar um comentário