5 de maio de 2014

dia da Mãe 2014


A Lua passou ontem (4 de Maio) o dia todo (em domicílio) com o Júpiter (exaltado) em Caranguejo:

tão giro que tenha sido, sincronistica e curiosamente e nos calendários dos homens, "Dia da Mãe"... tão síncrono, tão "perfeito", e tão "energeticamente verdadeiro"...

 
e também, imagina-se, tão borbulhante de "bons" sentimentos, e almoços de família provavelmente, e prendas, e raivinhas contidas, e ansiedades afogadas entre dois papo-secos e mais uma pinguinha de água, ou (adi)vinho, e pudesse a intensidade, a verdade circunstancial e honesta deste instantes de redenção - pudessem esses valer pelos outros 364 dias d'ingratidão, egoísmo ou esquecimento, ou simplesmente "por causa" da falta de tempo... "por causa" da rodinha do hamster em que tantos passamos a vida a correr... e antes qualificasse, ESSE, como "exercício"

- - - mas não!

não qualifica.


é do outro, do Marte, o que por via de Carneiro faz quadratura a Caranguejo e à Lua,... que "se fala" - Marte da autonomia, Marte do exercício, Marte da afirmação, Marte da guerra, Marte da vitalidade, do vigor, da marcha, e das artes... marciais

- - - a não ser que seja Marte em Peixes, nesse caso, não é o marte da guerra... é o marte da guelra...

pensa nisto. O que é que a tua relação com a "comida" traduz, revela, esconde, (ahahaha achas tu!) da tua "relação"... com a mãe?

... e com A Mãe?

Obrigado, Mãe Terra... e todas as tuas aGentes

... como diz o outro, Deus fez as mães porque não conseguia estar em todo o lado.

... assim pudessem "os filhos" reconhecer-lhes a divindade... acabavam-se logo os "transtornos" "alimentares"

(o medo da pobreza, os problemas emocionais, a ansiedade, a falta de dinheiro, a falta de amor, a falta de segurança e enraizamento, a confusão entre migalhas e verdadeiro afecto,... pensa nisso. Se é que queres, e podes, fazer por ti próprio algo de "maternal" e cuidador...

... ou então, mais uma jóia, mais um curso, mais um par de sapatos, mais um jantar, mais um copo de vinho, um shot, um charrinho, uma pica, uma prata, uma paixão, uma peneira... que te faça tentar tapar o Sol... com mais um mini-prato.

daqueles que não enchem. Ou melhor, enchem. Mas não saciam.

... olha lá... vai um duchèse? )
Enviar um comentário