3 de dezembro de 2013

Touro - insights astrológicos até 2015



Touro
(signo Solar ou Ascendente)

O ano 2014 começou, para si, com uma certa revisão – ou nostalgia – de outras paragens e de outros tempos, em que se tenha sentido mais livre, mais leve, mais novo, mais alinhado ou em fluxo; mais inocente, menos pesado, ou mais confiante na sua relação com a Vida; e com saudades de uma daquelas fases em que tudo está bem e é prazeroso viver uma vida cheia de possibilidades por explorar.



E no entanto, dará por si a ter que fechar, ou a resolver, assuntos pendentes relacionados com o estrangeiro, com aprendizagens, com estudos, com descobertas e contactos – particularmente de índole profissional - iniciados no passado. A tomar a decisão de fechar. Ou de assumir. E a ter que integrar, para seu próprio bem, a sabedoria conquistada ao longo do ano passado.

Será provável que encontre, ou sinta necessidade de rever, pessoas importantes da sua própria história: amigos, professores, patrões ou amantes, que lhe permitirão, se for este o caso, recuperar “partes” de si, e a fechar ciclos, e a lidar com o seu próprio passado para poder seguir com a sua vida adiante.


Com as suas relações a exigirem definições e compromissos, e a parecerem-lhe pesadas – se é que não fez como a ostra e decidiu fechar-se sobre si próprio, para evitar o confronto com o que os outros sempre nos trazem -, e com o seu trabalho a pesar, a saúde a solicitar atenção, e a inevitabilidade de ter lidar com tudo o que esteja ainda por resolver - e serão provavelmente mil milhões os pormenores e as tarefas que exigirão de si este período - serão vários os focos da sua atenção, o que poderá fazê-lo sentir-se “preso” ou limitado pelas circunstâncias e pelas responsabilidades provenientes das suas escolhas passadas, decisões e experiências até ao momento.


Mas como tudo na vida, é temporário. E mudará quando menos o esperar.


É também provável que viva algumas mudanças importantes na sua vida familiar e doméstica: o nascimento de um filho, uma mudança de casa – ou obras de ampliação e renovação -, a fundação de um novo espaço (nascido provavelmente de uma parceria), a partida de um elemento da família ou a chegada de um novo – todas estas são possibilidades expectáveis, em função, naturalmente, das circunstâncias específicas da sua própria vida. Se você tem sessenta anos, é mais provável ver um filho a partir, ou um neto a chegar, do que parir um filho ou dar por si a sair de casa dos pais.


Mas uma coisa parece evidente: a sua noção, e experiência, de “família”, “casa” e “pertença” estarão em mudança. Será positiva, como qualquer outra mudança; mas potencialmente geradora de ansiedade – como qualquer outra mudança. É como se você fosse um humano que continua a crescer, ou assim.

E no último trimestre de 2015, as circunstâncias mudam significativamente.



Palco do crescimento: a eficiência no dia-a-dia


O que evitar: o escapismo, o “fechar-se na concha”


A expansão vem: de dentro, de casa, da família, do passado


Do que não pode escapar: do compromisso e das relações com os outros


As principais batalhas do ano: lidar com o dia-a-dia e conseguir afirmar-se


Reinvente-se: em segredo. Ninguém precisa saber


Confie e entregue ao Alto: o seu próximo sonho

"Recado" particularmente relevante, à parte as especificidades dos destinos, percursos, escolhas e karmas individuais, e que só o Tema Astrológico revela na sua natureza e timings, para todos aqueles com o Sol ou o Ascendente em Touro.

Feeback é sempre bem-vindo, para me ajudar a melhorar o que faço e, assim,
a ajudar melhor - no que isto possa ajudar - cada um a viver com mais consciência.



Enviar um comentário